quinta-feira, 16 de maio de 2013

Amar ao Próximo Como a Ti Mesmo.


Olá leitor,

O título do texto de hoje talvez seja um dos mais conhecidos de toda a Bíblia Sagrada.

Vejamos bem o que está escrito na passagem bíblica, para que seja possível uma melhor compreensão desta frase:


28  Aproximou-se dele um dos escribas que os tinha ouvido disputar, e sabendo que lhes tinha respondido bem, perguntou-lhe: Qual é o primeiro de todos os mandamentos?
29  E Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.
30  Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.
31  E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes.
32  E o escriba lhe disse: Muito bem, Mestre, e com verdade disseste que há um só Deus, e que não há outro além dele;
33  E que amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios. 
 Marcos 12:28-33 http://www.bibliaonline.com.br/acf/mc/12 .


Jesus Cristo nesta passagem, está a conversar com as pessoas da região a qual passava.

Nos livros sagrados para os cristãos e judeus, o termo escriba refere-se aos chamados doutores e mestres (cf. Mateus 22,35; Lucas 5,17), ou seja, homens especializados no estudo e na explicação da lei ou Torá. Embora o termo apareça pela primeira vez no livro de Esdras, eles eram bem sucedidos ao que faziam e sabe-se que tinham grande influência e eram muito considerados pelo povo, tendo existido escribas partidários de diferentes seitas, tais como os fariseus (a maioria), saduceus e essênios.

O escriba que conversava com Jesus, era uma pessoa inteligente, conhecedora da Torá, ou seja, os livros pertencentes ao conhecido pelos cristãos como Antigo Testamento da Bíblia.
Ele no caso, "desafiou" a Jesus, em sua pergunta, talvez até mesmo com uma certa dúvida, de que aquele simples homem, filho de um carpinteiro, teria mesmo tanto conhecimento da palavra de Deus, e fosse capaz de responde-lo.

Jesus respondeu de maneira bastante acertada:

"Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento." 

Exatamente como está escrito no livro de Êxodo: http://www.bibliaonline.com.br/acf/ex/20.
E em Deuteronômio 6:5 http://www.bibliaonline.com.br/acf/dt/6

Para complementar, Cristo disse ao escriba:  "E o segundo, semelhante a este, é: "Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes." 

 Como lemos, o escriba entendeu a mensagem, aceitou, e disse:  "Muito bem, Mestre, e com verdade disseste que há um só Deus, e que não há outro além dele;
E que amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios." 

  Mas o que esta mensagem nos fala a nosso íntimo ? 
  Como podemos aplicar esta regra em nossa vida ? 

 Jesus Cristo, sabiamente, primeiro coloca nós, seres humanos, em nosso lugar.
 O de criatura !

 Devemos primeiramente, reconhecer a Deus, como o criador e mantenedor do Universo e amá-Lo, por cada dia que Ele nos oferece.
 Ao ter a consciencia de que Deus tudo criou, e que qualquer ser humano por mais inteligente e capacitado que seja, não consegue saber o que acontecerá daqui um segundo e tampouco é capaz de criar algo do nada, (ou seja, é incapaz de criar algo sem que tenha sido tirado da Natureza), o ser humano se coloca em seu devido lugar: o de filho, que depende das criações do Senhor, e que não teria vida sem Ele.

A próxima palavra de Jesus, dita como o "Segundo Mandamento", é "Amarás ao próximo como a ti mesmo".

 Perfeita e equilibrada palavra, quando lida e entendida dentro do contexto bíblico. Depois de amar a Deus, devemos nos amar ! Primeiro amar aquele que nos criou e depois disso, nos amar !

Pergunta:
Como alguém pode amar ao próximo como a si mesmo, se ela mesmo não se ama?

Ao dizer "Amarás ao próximo como a ti mesmo"... Jesus Cristo nos orienta a primeiro nos amar, para depois amar a outras pessoas.
Quem não se ama, quem não se cuida, por mais benevolencias que faça à outra pessoa, tudo ao fim parecerá ter sido inútil.
Existem pessoas que dizem: "Ahhhh... Eu não me importo comigo... Quero ajudar as outras pessoas!"

Será que esta forma de pensar está correta?

A Bíblia responde:  "E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão." 
Mateus 7:3-5 http://www.bibliaonline.com.br/acf/mt/7 .
 
Esta frase dita por Jesus, nos alerta a primeiro cuidar de nossa própria vida, para depois ajudar ao próximo.
De nada serve alguém fazer linda benevolencias, mas ter a sua própria casa arruinada.

Até porque, isso seria um péssimo testemunho a aquele que se diz um cristão.

Por outro lado, se uma pessoa tem um "amor próprio" exacerbado, ou seja, se ama, mas se "esquece", que é filha de Deus, e que se está no Universo, é porque o Senhor a manteve até o presente momento, a tendencia é que esta pessoa se ache ou se sinta superior às demais.

Alguém que se ama, mas deixa de amar a Deus em primeiro lugar, tende a ser dominada pelo orgulho.
E se, não prestar atenção, por mais benevolente que seja, provavelmente suas boas obras, serão feitas mais para serem vistas pela sociedade. Este tipo de "amor ao próximo", não reflete o verdadeiro caráter de Jesus. Pois Cristo diz em sua palavra: "Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.
Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita;"  
Mateus 6:2-3  http://www.bibliaonline.com.br/acf/mt/6  .

 Amarás ao próximo como a ti  mesmo. Simples frase, mas de grandioso ensinamento !

 Será que você leitor, se ama ? 

 E como está este seu amor ? Exacerbado ? Orgulhoso? Cheio de si ?

 Você ao longo do tempo conseguiu uma boa posição social e apesar de amar a Deus, se esqueceu de colocá-lo em primeiro lugar ?

 Ou você já não se ama mais ? Seu amor próprio está tão deteriorado, que você parece estar sem animo para prosseguir... Talvez um amor próprio tão arruinado, que você acha que é melhor ajudar aos outros porque sua vida já "não tem mais jeito".

 As palavras de Jesus Cristo nestas passagens, podem te ajudar a encontrar o equilíbrio.

 Se você está bem neste momento, muito bem !

 Talvez esta leitura, seja um chamado, para que você leitor, que consegue compreender e vivenciar estas palavras, leve este seu conhecimento à outras pessoas que talvez estejam com seu amor próprio em desiquilíbrio (ou para mais ou para menos).

 Deus nos chama a cada dia, seja para melhorar nossa vida, seja para orientar uma pessoa e transmitir uma palavra de carinho e conforto.

 E mesmo que você leitor, não seja cristão, seja ateu, livre pensador, pertença a qualquer denominação religiosa, que estas palavras também lhe sirvam positivamente tanto para sua própria orientação, como para orientar alguém que necessita de um apoio, ou uma palavra de carinho.

 A Paz de Deus !

Nenhum comentário:

Postar um comentário